A reforma da Igreja

Hoje, em conversa de café com uns amigos, falou-se na possibilidade de fazer umas pequenas alterações ao Crisma actual... Foi coisa passageira e a conversa seguiu mas eu, no meu canto, fiquei a matutar no assunto...

É certo que a Igreja precisa urgentemente de uma reforma: cada vez menos crentes, cada vez menos praticantes, cada vez menos padres Ordenados... Sem dúvida problemas que urgem ser resolvidos se a Igreja quiser prosperar num futuro próximo. Como sempre estou um passo à frente e apresento aqui e em primeira mão um conjunto de medidas que poderão trazer o Senhor novamente a todos nós:

- antes de mais, é necessário todo um novo reportório nas eucaristias. Podem também reciclar o que têm e fazer versões das actuais canções. Um "Avé Maria" pelos Xutos & Pontapés é um bom começo. Gente animada e bem-disposta na missa é o que se quer. O Sacristão na guitarra, um Acólito na baixo e outro na bateria e o padre na voz e estava a festa feita. Caso a ideia pegasse, podia-se estender a outros estilos como o Hip-Hop ou a Electrónica, com bola de espelhos e tudo.

- hóstias com sabores. A verdade é que aquilo não sabe a nada e a mim deixa-me enjoado... Tudo bem que é o Corpo de Cristo mas não há necessidade de deixar uma pessoa mal-disposta... Porque não hóstias nas variedades morango, limão ou frutos tropicais? A petizada via logo com a Comunhão com outros olhos. Eu próprio, sinceramente, se algum dia surgisse um culto à minha pessoa não me importava nada que disponibilizassem o "Corpo de Diogo" na variedade manga-pêssego ou, quiçá, ananás-côco.

- depois das hóstias com sabor, há que rentabilizar o negócio vender as novas hóstias eram uma forma de a Igreja ganhar dinheiro (para a caridade, obviamente...) e levar o Senhor a cada refeição. Sim, deve-se comungar em jejum mas um pouco de bom-senso resolve o problema: antes de comer uma sandocha e beber um suminho, saca-se da caixinha das hóstias e toma-se o "Corpo de Cristo".

- variar a oferta. Sim senhor, receber o Corpo de Cristo faz bem à alma mas ainda me lembro que há restrições, como o já citado caso do jejum ou então quem não se confessou recentemente não poderá comungar também. Sempre achei isto discriminatório mas já que não os deixam comungar, ao menos arranjem alternativas porque é feio deixar as pessoas a olhar. É como aqueles putos que não tem lugar na equipa e ficam a ver os coleguinhas jogar... Não se faz. Além disso, é feio ficar a ver os outros a comer. A pensar nisto, podiam arranjar alternativas menos sagradas para os excluídos, baseando-se em ídolos dos profanos: o "Corpo de Eusébio", o "Corpo de Ghandi" ou, porque não?, o "Corpo de Monica Bellucci" ou o "Corpo de Eva Longoria" (este último nas variedades cacau do Equador, Java ou Colômbia). Claro que com esta oferta corria-se o risco de a Comunhão tradicional ficar sem fregueses, por isso acho que os que cumprissem os requisitos deveriam ter acesso a ambas.

- disponibilizar sacramentos do tipo "faça você mesmo". Para quem não foi Crismado, como eu, seria a solução ideal, evitando-se assim a obrigatoriedade de andar na Cataquese até ao 10º ano (há muito mais que fazer ao Sábado à tarde do que ir à Cataquese...). Assim, com toda a cerimónia disponibilizada em DVD com todos os acessórios disponibilizados para que um parente ou amigo pudesse completar o ritual, tudo seria mais simples. Podia-se inclusivé arranjar um plasma gigante e reunir os amigos para assistir à cerimónia em casa, podendo cada pessoa ter o seu próprio ritual personalizado.

- lançar uma edição da Bíblia em SMS. Para quando estivermos na paragem do autocarro ou naquela aula mais chata e sentirmos a necessidade de algo que reconforte a alma, lá está na pastinha dos favoritos no telemóvel tudo aquilo que precisamos para nos reconfortar... Depois, os anúncios do Clube Jamba seriam algo do género "Queres levar a Palavra do Senhor para todo o lado? Para teres a Biblía no teu telemóvel só tens que enviar uma sms para o 2412 com o texto "LUCAS" para o Evangelho segundo São Lucas, "MATEUS" para o Evangelho segundo São MAteus, "JOÃO" para o Evangelho segundo São João ou "MARCOS" para o Evangelho segundo São Marcos". Envia já e recebe mais todas as semanas!

- por último, e porque não pode haver Igreja se não houver quem espalhe a palavra do Senhor, há que incentivar novos Padres. Para tal, não basta só legalizar o casamento dos mesmos. Há que lhes dar regalias extras que os incentivem e a possibilidade de ter 4 a 6 mulheres seria sem dúvida um óptimo incentivo. Depois, à medida que se progride na carreira e se chega a Bispo, Arcebisp, Cardeal, etc, aumentam o número de mulheres, tendo o Papa direito a um verdadeiro Harém, qual Sheik do petróleo!


E pronto, de falta de ideias já não se podem queixar... Ide estudando o caso que eu entretanto vou ao catecismo ver quantos mandamentos infrigi que desconfio que do Inferno já não escapo... Um grande bem-haja para todos e (passo a citar) "ide em paz e que o Senhor vos acompanhe".

Comentários

João disse…
"ide em paz..." isto e um pouco contraditorio visto que o yuji e o kamikaze mas conhecido do mundo. Em relaçao ao topico e visto eu ser um agnotico convicto axo essas ideias uma treta, nao vou peder as mulheres mais quentes da jamba para andar a receber imagens de jesus cristo na cruz, se fosse a outra k alguns dizem k ele teve um caso ainda va que nao va, agora assim nao, e se deus existe k mantenha o conteudo da jamba exactamente como ele esta
TILT disse…
Ei, ò João, essa seca do Yuji Ide era dispensável xD
O mocinho até foi mandado para casa pela FIA e já não faz mal a ninguém...

Por falar em Mónica Bellucci, não era ela que fazia de Maria Madelana n' "A Paixão de Cristo"? Ele há coincidências engraçadas...
Anónimo disse…
okys secret proc powered courses stewart less undue montreals fdlp pots
semelokertes marchimundui

Mensagens populares